Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Pesadelo russo custa 44 milhões ao FC Porto

Uma lástima - é assim que se pode resumir a prestação dos dragões. Tanto na defesa como no ataque.
Octávio Lopes 14 de Agosto de 2019 às 01:30
FC Porto perdeu frente aos russos do Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
FC Porto perdeu frente aos russos do Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
FC Porto perdeu frente aos russos do Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Jogo do FC Porto frente ao Krasnodar
Uma primeira parte de pesadelo - três golos sofridos - custou esta terça-feira ao FC Porto cerca de 44 milhões de euros. Os dragões perderam (2-3) diante do Krasnodar e falham, assim, a entrada na fase de grupos da milionária Liga dos Campeões. Após o intervalo, os azuis-e-brancos, que tinham vencido na Rússia, por 1-0, estiveram bem melhor - dominaram e marcaram dois golos.

Mas o mal estava feito e a equipa foi despedida do relvado com uma enorme assobiadela. A segunda da noite. A primeira foi quando jogadores e técnicos foram para o balneário ao intervalo. Os portistas tinham acabado de fazer uma paupérrima exibição, bem castigada com três golos do Krasnodar que, ao contrário do que sucedeu na Rússia, entraram sem medo no Dragão.

O 0-1 surgiu logo aos três minutos: canto da direita, Danilo desvia com a cabeça para o isolado Vilhena rematar cruzado e bater Marchesín. Depois de uma leve reação lusa, sem efeitos práticos, dado que Safonov se limitou a defender bolas fáceis, o 0-2 subiu ao marcador no minuto 12: após um livre do FC Porto junto à área adversária que não deu em nada, o Krasnodar fez um contra-ataque fulminante; a bola chegou a Suleymanov que, só com Marchesín pela frente, atirou certeiro. Seguiu-se mais uma tímida reação portista que só teve um momento de algum perigo, num remate de fora da área de Sérgio Oliveira, em que a bola bateu num opositor e saiu a rasar o poste direito.

O Krasnodar, bem colocado no terreno, não permitia veleidades ao FC Porto e, aos 34’,chegou ao 3-0: Suleymanov recebeu a bola na direita, fletiu para o centro, entrou na área, passou por Luis Díaz e rematou forte, outra vez sem hipóteses para Marchesín.

O 2 º tempo começou praticamente com mais uma grande oportunidade para os russos: Nakajima falhou uma interceção, junto da área portista; Berg ficou na cara de Marchesín, rematou rasteiro e acertou numa perna milagrosa do guarda-redes argentino.

Depois só deu FC Porto. O Kranosdar só defendeu. Zé Luís, após um grande centro de Alex Telles, cabeceou na área e fez o 1-3. Dois minutos depois, Safonov teve de se aplicar para parar um tiro de Marega. O 2-3 caiu aos 77 minutos por Luis Díaz num potente remate de fora da área. Até final, o FC Porto tentou tudo, mas esbarrou sempre na muralha defensiva russa.

"Eu nunca serei um problema"
"Quando cheguei aqui não ganhávamos nada há quatro anos. Eu nunca serei um problema para o FC Porto, estou em perfeita sintonia com o presidente", afirmou Sérgio Conceição no final do encontro.

"Perdemos por erros meus", disse o técnico que, no entanto, não escondeu a vontade de atacar a próxima época.

"Estou aqui com toda a força do Mundo para ganhar títulos. A Liga Europa não é o nosso lugar", atirou o técnico do FC Porto. Os dragões vão diretamente para a fase de grupos da Liga Europa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)