Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

UEFA condena violência em Marselha

Entidade admite problemas no Inglaterra vs Rússia.
12 de Junho de 2016 às 13:59

A UEFA expressou "grande desgosto" pelos incidentes, mas recordou que não gere os conflitos nos estádios e que isso compete às autoridades do país anfitrião
A UEFA expressou 'grande desgosto' pelos incidentes, mas recordou que não gere os conflitos nos estádios e que isso compete às autoridades do país anfitrião FOTO: Jean-Paul Pelissier/Reuters
A UEFA admitiu este domingo que houve "problemas de separação" entre os adeptos no encontro entre Inglaterra e Rússia, do Euro2016 de futebol, e prometeu um "dispositivo" reforçado de pessoal de segurança nos próximos jogos.

Sempre em "colaboração com as autoridades francesas", a UEFA espera melhorar a segurança nos estádios, depois de russos e ingleses se terem envolvido em confrontos no interior do Velodrome, em Marselha, incidentes que também se verificaram no exterior do recinto e na cidade.

A UEFA expressou "grande desgosto" pelos incidentes, mas recordou que não gere os conflitos nos estádios e que isso compete às autoridades do país anfitrião.

Depois de três dias de violência na zona do porto velho de Marselha, os incidentes alastraram-se às imediações e ao interior do estádio Velodrome, palco do jogo entre ingleses e russos, da ronda inaugural do Grupo B, que já levou a UEFA a abrir um procedimento disciplinar contra a Federação Russa de Futebol.

Os adeptos russos vão ser investigados por "provocação de distúrbios, comportamento racista e uso de material pirotécnico" pelo Comité de Ética e Disciplina do organismo regulador do futebol europeu, que decidirá eventuais sanções durante uma reunião marcada para terça-feira.

A UEFA já tinha condenado veementemente os episódios de violência e esclarecido que só poderia atuar no perímetro dos recintos do Euro2016.

Durante a tarde de sábado, os tumultos na zona do porto velho provocaram 19 feridos, entre os quais um inglês em estado grave, enquanto já perto do estádio a polícia recorreu a gás lacrimogéneo e a um canhão de água para dispersar os adeptos.

Incidentes semelhantes tinham já sido registados na quinta e sexta-feira, em Marselha, mas entre menos adeptos e sem causar feridos graves.
UEFA Inglaterra Rússia Marselha desporto futebol euro2016
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)