Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Brasileira Rafaela Silva, campeã olímpica de judo, apanhada com doping

No final do mesmo agosto, Rafaela, quarta do ranking mundial, conquistou o bronze nos Mundiais de Tóquio.
Lusa 20 de Setembro de 2019 às 18:16
Brasileira Rafaela Silva
Brasileira Rafaela Silva FOTO: Direitos Reservados
A judoca brasileira Rafaela Silva, campeã olímpica na categoria de -57 kg dos Jogos Rio2016, teve um controlo antidoping positivo durante os Jogos Pan-Americanos de agosto, confirmou o seu advogado, citado pela Folha de São Paulo.

A 'carioca' de 27 anos, que esta sexta-feira mesmo vai justificar-se em conferência de imprensa na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, foi apanhada com uma substância proibida no evento que decorreu no Peru e no qual também ganhou a medalha de ouro.

No final do mesmo agosto, Rafaela, quarta do ranking mundial, conquistou o bronze nos Mundiais de Tóquio, derrotando, entre outras, a portuguesa Telma Monteiro, depois de nesta competição ter sido campeã em 2013 e ter arrecadado a prata em 2011.

Telma Monteiro foi medalha de bronze na mesma categoria nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, contudo não teve a brasileira como adversária nesse evento.

Rafaela Silva vai ser defendida por Bichara Neto, o mesmo advogado que está com o caso do nadador Gabriel Santos, suspendo por um ano.

Este ano, também a lançadora de disco brasileira Andressa de Morais foi apanhada nas malhas do doping, tal como o voleibolista rodriguinho, a tenista Bia Haddad Maia, a nadadora artística Maria Clara Lobo, e o ciclista Kacio Freitas, o nome mais sonante de um conjunto de atletas da mesma modalidade com análises com resultados proibidos.
Rafaela Silva Telma Monteiro desporto judo doping
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)