Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
6

Há quem diga que os preservativos previnem o coronavírus e já se nota no stock dos supermercados. Saiba porquê

Publicação que se tornou viral nas redes sociais originou a situação.
Correio da Manhã e Lusa 4 de Março de 2020 às 08:13
Preservativos
Preservativos
Preservativos
Preservativos
Preservativos
Preservativos

Os preservativos estão a esgotar nos supermercados australianos porque as pessoas começaram a acreditar que os mesmos ajudam na prevenção e proteção do coronavírus.

De acordo com o jornal Daily Mail, uma publicação que se tornou viral nas redes sociais originou a situação. Ao que tudo indica, a mesma incentiva as pessoas que se queiram prevenir do novo Covid-19 a usarem os preservativos nos dedos das mãos.

Nessa mesma publicação terá sido ainda referido que ao usar os preservativos nos dedos, as pessoas podem carregar nos botões em segurança, sem correr o risco de contágio e infecção.

Este novo surto viral, com origem em Wuhan, na China, está a provocar ainda outro tipo de constrangimentos nas superfícies comerciais. São vários os produtos, por exemplo papel higiénico, que começam a ficar escassos devido à grande procura.

Vários supermercados australianos anunciaram esta quarta-feira limites à compra de papel higiénico depois de uma corrida às lojas ter causado problemas em vários locais, perante o aumento no país de novos casos de Covid-19.

A Austrália registou até ao momento 38 casos e uma morte devido ao Covid-19, com 15 casos em Nova Gales do Sul e 10 no estado de Victoria.

O surto de Covid-19, que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou quase de 3.200 mortos e infetou mais de 92.000 pessoas, em cerca de 70 países e territórios, incluindo quatro em Portugal.

Das pessoas infetadas, mais de metade já recuperaram.

Além de 2.981 mortos na China continetal, há registo de vítimas mortais no Irão, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Hong Kong, Taiwan, Austrália, Tailândia, Estados Unidos da América e Filipinas.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional de risco "muito elevado".

Covid-19 China Austrália saúde epidemias e pragas doenças questões sociais política preservativos
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)