Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

'A RELAÇÃO NÃO VAI DURAR'

O casamento da princesa Stephanie, do Mónaco, com o português Adans Lopes Peres, dez anos mais novo, está a suscitar expectativas.
24 de Setembro de 2003 às 00:00
Adans Lopes Peres e Stephanie
Adans Lopes Peres e Stephanie
Uns, como o seu Aristides Peres, acreditam que se trata de um conto de fadas, mas outros, como Miguel Chen, director do circo com o mesmo nome para quem o acrobata luso trabalhou em tempos idos, crêem que é apenas mais uma união da princesa 'rebelde'.
Falando ao Correio da Manhã, Miguel Chen considerou que esta história não terá o tradicional final "feliz para sempre" dos contos cor-de-rosa. "Na minha opinião a relação não vai durar. A Stéphanie é bem mais velha que o Adans e ele, ainda, é muito novo. Eu conhecia-a no Mónaco e não me parece que seja uma pessoa que mantenha uma relação por muito tempo ", vaticina.
O director do circo Chen admite que as pessoas possam falhar, mas apenas uma vez. "Ela já não tem desculpa. Na minha opinião ela não tem sentido de responsabilida-de",afirmou.
Aristides Rodrigues Peres, de 55 anos, primo direito do pai de Adans, não partilha da mesma opinião. "O amor não escolhe títulos, nem honras. Eu acredito no amor entre os dois e espero que sejam felizes", defende.
A princesa Stéphanie e o acrobata português casaram no passado dia 12 em Genebra, numa cerimónia privada, após a qual, segundo este familiar, "Adans ainda foi actuar."
Aristides revelou, ainda, ao Correio da Manhã que o jovem casal está a pensar fazer uma festa de arronba para celebrar o acontecimento, onde pensam convidar familiares e amigos.
Questionado quanto à data e ao local escolhido para tal evento, o familiar afirmou desconhecer tais detalhes.
UMA PESSOA SIMPLES E HUMILDE
Miguel chen descreve Adans Peres como uma pessoa extremamente simpática, educada e acessível. "É um homem bem formado e muito simples", sublinha. Esta opinião é inteiramente corroborada por Aristides, primo do acrobata português, que valoriza o seu lado humilde.
"Apesar do êxito, ele mantém-se fiel a si próprio, com os mesmos valores de responsabilidade e respeito que pautaram sempre a sua vida". A mãe de Adans, uma espanhola de nome Beatriz, foi em tempos bailarina de Flamengo e acabou por conhecer Salvador Peres em Itália, no circo Medrano. Foi sob a égide deste circo que Adans e Ivan nasceram e deram os primeiros passos na arte circense.
Por altura da vinda dos Peres a Portugal, a mãe já não os acompanhou por motivos de doença. Segundo Miguel Chen ela sofre de um "problema cerebral que a faz perder o equilíbrio e andar com dificuldade".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)