Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Prisão perpétua para português condenado por violação e agressão em Inglaterra

Samuel Fortes, de 27 anos, seguiu a jovem, agora com 20 anos quando ela regressava de uma saída à noite em junho de 2018.
20 de Abril de 2019 às 16:06
Samuel Fortes
Tribunal
Samuel Fortes
Tribunal
Samuel Fortes
Tribunal
Um português a residir em Inglaterra foi condenado a prisão perpétua por violação e agressão a uma jovem de 19 anos, tendo uma captura de ecrã durante uma chamada de FaceTime sido um elemento chave, noticia o The Times.

Samuel Fortes, de 27 anos, seguiu a jovem, agora com 20 anos, pelo centro da cidade de Leeds, Inglaterra, quando ela regressava de uma saída à noite em junho de 2018, antes de a violar e lhe bater várias vezes.



O agressor de nacionalidade portuguesa a residir em Inglaterra, admitiu a violação e a culpa pelos ferimentos graves, tendo sido condenado a prisão perpétua.

Segundo o The Times, o agressor foi colocado no registo de criminosos sexuais por tempo indefinido e deverá cumprir um mínimo de oito anos de prisão.

De acordo com o The Times, a jovem estava em videochamada através da aplicação FaceTime quando foi atacada.

O namorado ficou horrorizado, mas fez um 'screenshot' [captação de imagem do ecrã] à cara de Fortes, que constituiu "uma peça chave de evidência", afirmou a polícia de West Yorkshire.

A jovem ficou com lesões faciais e dentárias significativas, além de cortes e contusões.

O tribunal foi informado que Fortes, que viajou de Portugal para o Reino Unido em 2010, tinha condenações anteriores por violência contra uma ex-companheira em 2017, tendo uma sentença suspensa na altura em que ocorreu a violação, em junho de 2018.
Inglaterra Leeds FaceTime The Times Samuel Fortes West Yorkshire Reino Unido crime lei e justiça Portugal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)