Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Bebés com ADN modificado nascem secretamente na China

Criador deste processo foi apelidado de cientista "Frankenstein".
23 de Junho de 2019 às 18:53
ADN
ADN
ADN
ADN
Jiankui He
ADN
ADN
ADN
ADN
Jiankui He
ADN
ADN
ADN
ADN
Jiankui He

O primeiro par de gémeos geneticamente modificados, criado pelo cientista Jiankui He, nascerá em breve, afirmou um importante especialista, segundo conta o jornal britânico The Mirror.

O cientista chinês chocou a comunidade científica depois de revelar que teria modificado com sucesso os genes de embriões humanos, em novembro, para evitar que contraíssem o HIV, vírus da Imunodeficiência Humana.

Jiankui usou o poderoso processo de edição de genes CRISPR, para alterar o ADN das gémeas, apelidadas de "Lulu" e "Nana".

Cientistas e membros do público condenaram a pesquisa e criticaram a falta de moralidade e ética sobre a experimentação em humanos desde que o vídeo do cientista, amplamente divulgado na plataforma digital YouTube, surgiu on-line no ano passado.

O criador deste processo foi até mesmo apelidado de cientista "Frankenstein" por alguns críticos.

O Dr. Pete Mills, diretor-assistente do Nuffield Council on Bioethics - órgão de caridade independente do Reino Unido - , disse ao jornal britânico Daily Star, que as mulheres que carregam os bebés modificados teriam chegado ao fim das gestações.

"Eu não sei qual é o destino disto, mas haverá outras gestações a caminho. Ainda pode haver uma ou mais crianças geneticamente modificadas. Podemos ou não ouvir sobre esses bebés secretos", acrescenta.

Os bebés "mutantes" poderão ter uma esperança média de vida mais curta, já que pessoas com genes modificados parecem ser mais vulneráveis à infeção, dizem os relatórios.

 

ADN ciência e tecnologia questões sociais saúde genética
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)