Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Carlo Cottarelli nomeado para formar governo de transição em Itália

Novo primeiro-ministro pretende conquistar a confiança dos partidos.
28 de Maio de 2018 às 12:21
Carlo Cottarelli
Carlo Cottarelli
Carlo Cottarelli
Carlo Cottarelli
Carlo Cottarelli
Carlo Cottarelli
Carlo Cottarelli
Carlo Cottarelli
Carlo Cottarelli

O presidente de Itália, Sergio Mattarella, nomeou Carlo Cottarelli, antigo economista do Fundo Monetário Internacional (FMI) para formar um governo de transição, avança a revista SÁBADO.

Cottarelli tentará formar um executivo e terminar com o tumulto político e constitucional que se vive no país desde as últimas eleições, em Março, vencidas pelo Movimento 5 Stelle, mas sem maioria. 

Itália deverá enfrentar novas eleições depois de agosto, segundo o Corriere della Sera, se Cottarelli não conquistar a confiança dos partidos. Mas Cottarelli também indicou outra hipótese. "Vou apresentar-me com um programa que caso obtenha confiança inclua a aprovação do Orçamento do Estado e que depois preveja a composição do parlamento e eleições em 2019", afirmou esta segunda-feira o antigo responsável do FMI. 

"O presidente pediu-me para me apresentar ao parlamento com um governo até às eleições. Formá-lo-ei em pouco tempo e depois estarei disposto à sua avaliação. Se não obtiver confiança, demito-me logo. O governo manterá uma neutralidade completa quanto ao debate eleitoral. Comprometo-me a não candidatar-me e pedirei o mesmo a todos os membros do futuro governo. O objetivo é levar o país a eleições em Agosto", afirmou Cottarelli.

"Enquanto economista quero assegurar: as contas estão em ordem. Nos últimos dias aumentou a tensão quanto aos mercados financeiros, aumentou o spread, mas a economia italiana está em crescimento e as contas públicas mantêm-se sob controlo."


Mattarella não tinha aceitado a nomeação de Paolo Savona, 81 anos, para ministro da Economia, feita por Giuseppe Conte, visto que este tinha ameaçado retirar Itália da zona euro.

Conte foi indicado para primeiro-ministro por Luigi Di Maio, do 5 Stelle, e por Matteo Salvini, da Liga, mas acabaria por renunciar ao cargo de primeiro-ministro este domingo, dia 27. 


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)