Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Confrontos violentos em Paris já causaram 110 feridos e 287 detenções

Protesto contra a taxação de combustíveis. CMTV esteve em Paris e testemunhou a destruição causada pelos protestos.
Lusa 1 de Dezembro de 2018 às 09:45
A carregar o vídeo ...
CMTV em Paris
Os 'coletes amarelos' voltaram a sair à rua este sábado e o caos está instalado em França, principalmente na capital do país. Mais de 5500 manifestantes estão na rua e há registos de 270 pessoas detidas, 110 feridos, entre eles 17 polícias.

As autoridades confirmaram que foram registados 75 mil manifestantes em todo o país.

Segundo a imprensa francesa vários contentores de lixo foram derrubados e incendiados, provocando focos de incêndio nas estradas. Também há registo de carros queimados e lojas vandalizadas.
Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar coletes amarelos em Paris

As autoridades recorreram ao uso do gás lacrimogéneo e a canhões de água para parar os manifestantes que num confronto direto nos Campos Eliseos tentaram romper cordões de segurança.


Segundo o Le Parisien, por volta das 17h30, vários manifestantes atacaram o edifício da Bolsa de Valores francesa. Foram ouvidos tiros, gritos anti-capitalistas e um vídeo partilhado nas redes sociais mostra o momento.



Há mais de duas semanas que os "gilets jaunes" - coletes amarelos - bloqueiam estradas em protestos por todo o país. Durante este sábado, várias centenas de coletes amarelos cantam 'A Marselhesa', hino nacional francês, apelando também à demissão de Macron.

Desde as 06h00 locais (05h00 em Lisboa), a avenida parisiense está fechada ao tráfego e sujeita a uma vigilância policial apertada.

Recorde-se que este movimento nasceu num sinal de protesto contra a taxação de combustíveis em França.

As ações de contestação estão a causar grande embaraço ao governo francês, tendo corrido mundo as imagens de confrontos entre manifestantes dos 'coletes amarelos' e a polícia, no passado sábado, na emblemática avenida dos Campos Elísios.

Os violentos confrontos nos Campos Elísios, em Paris, à margem da manifestação dos "coletes amarelos" levaram este sábado a "mais de 107 detenções" disse o primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, que afirmou estar "chocado" com as cenas de "violência raramente vistas".




Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)