Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Extremista indiciado pelos ataques de Christchurch declara-se não culpado

Terrorista abriu fogo em duas mesquitas na Nova Zelândia. 51 pessoas morreram.
14 de Junho de 2019 às 00:54
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Carro de Brenton Tarrant tinha verdadeiro arsenal de armas de guerra
Terrorista Brenton Tarrant em tribunal
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Carro de Brenton Tarrant tinha verdadeiro arsenal de armas de guerra
Terrorista Brenton Tarrant em tribunal
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Carro de Brenton Tarrant tinha verdadeiro arsenal de armas de guerra
Terrorista Brenton Tarrant em tribunal
O extremista australiano Brenton Tarrant, indiciado pela morte de 51 pessoas em duas mesquitas de Christchurch, na Nova Zelândia, declarou-se não culpado, anunciou esta quarta-feira o seu advogado.

Em março passado, o supremacista branco entrou a disparar nos dois locais e revelou, antes de perpetrar os massacres, que os faria "para reduzir diretamente o rácio de imigrantes para os países europeus".

O atirador australiano, de 28 anos, ter-se-á inspirado em Anders Behring Breivik, um assassino em série da Noruega. 

Tarrant, de origem escocesa, irlandesa e inglesa ter-se-ia mudado recentemente para a Nova Zelândia e descreveu-se como um "homem branco comum".

O ataque foi transmitido em direto no Facebook.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)