Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Homem fica embriagado sem beber álcool

Intestino de um homem no Texas ‘fabrica' cerveja.
19 de Setembro de 2013 às 14:17
O homem apresentava uma taxa de alcoolémia de 0,37 por cento e não tinha ingerido álcool nesse dia
O homem apresentava uma taxa de alcoolémia de 0,37 por cento e não tinha ingerido álcool nesse dia FOTO: Getty images

Um homem acusou 0,37 por cento de álcool no sangue sem ter ingerido uma única bebida alcoólica nesse dia. O indivíduo, de 61 anos, dirigiu-se às urgências de um hospital no Texas e descobriu que o seu trato intestinal funcionava como uma cervejaria interna.

As enfermeiras fizeram-lhe um teste de alcoolémia e a concentração de álcool no seu sangue era de 0,37 por cento, quase cinco vezes o limite legal para conduzir no estado. O mais curioso é que o paciente não tinha bebido uma única gota de álcool nesse dia.

"Ele ia ficar bêbedo numa manhã de domingo, depois de estar na igreja – na verdade – em qualquer momento", diz Barbara Cordell, reitora de enfermagem do colégio ‘Panola', no Texas.

DIAGNÓSTICO

Para fazerem o diagnóstico do paciente, Cordell e o Dr. Justin McCarty, gastroenterologista em Lubbock, isolaram-no durante 24 horas. Durante o dia, comeu alimentos ricos em carbohidratos e os médicos foram verificando periodicamente a quantidade de álcool no seu sangue. A certa altura, subiu 0,12 por cento. Afinal, o culpado não era o paciente, mas antes o excesso de levedura de cerveja no seu intestino. É verdade. O trato intestinal do homem funcionava como uma cervejaria interna.

Saccharomyces cerevisiae é o nome da infeção, segundo Cordell. Por outras palavras, quando o homem come ou bebe amido - pão, massa ou refrigerante - a levadura fermenta o açúcar e transforma-o em etanol. É assim que fica alcoolizado. Basicamente, o homem estava a produzir cerveja no seu próprio intestino.

AINDA NÃO ACREDITA?

"Os investigadores demonstraram inequivocamente que Saccharomyces cerevisiae pode crescer no trato intestinal. Mas ainda não está claro que a infeção esteja ligada a alguma doença", confirma o Dr. Joseph Heitman, microbiologista na Universidade Duke, nos Estados Unidos, ao site ‘The Salt'.

O mesmo site fez uma pesquisa sobre a síndrome de fermentação intestinal e descobriu diversos casos semelhantes no Texas e alguns relatos no Japão, que remontam a 1970. Na maioria dos casos, as infeções ocorreram depois de a pessoa tomar antibióticos, que limpam as bactérias do intestino, abrindo espaço para fungos como o fermento. No entanto, são raros os casos que apresentam este diagnóstico.

 

Álcool Texas Homem Cerveja Cordell Dr. Justin McCarty Saccharomyces cerevisiae
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)