Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Jovem de 22 anos corta a própria mão para receber seguro

Valor total do seguro seria de um milhão de euros. Esquema foi detetado e mulher acabou detida.
Correio da Manhã 12 de Setembro de 2020 às 18:07
Mulher de costas, mulher, mulher passadeira
Mulher de costas, mulher, mulher passadeira FOTO: Getty Images
Uma jovem de 22 anos foi esta sexta-feira condenada a dois anos de prisão por ter deliberadamente cortado a própria mão com uma serra para receber um seguro de um milão de euros.

Julija Adlesic terá combinado com o namorado cortar a sua mão esquerda acima do pulso em sua casa, em Liubliana (capital eslovena) no início de 2019. 

O Tribunal de Liubliana disse que, cerca de um ano antes, a jovem terá assinado contratos com cinco seguradoras diferentes. A quantia seria paga em metades: uma delas seria paga imediatamente e a outra em prestações mensais.

O namorado de Julija levou-a para o hospital, dizendo que o ferimento teria sido causado enquanto esta serrava. As autoridades disseram que o casal deixou, de propósito, a mão para trás para garantir que a lesão não teria solução. No entanto, a polícia acabou por recuperar a mão, que foi recolocada na mulher.

A acusação revelou ainda que, dias antes do incidente, o namorado da jovem procurou na internet informação sobre a forma como as mãos artificias trabalhavam. 

A mulher disse estar inocente. "Ninguém quer ficar magoado. A minha juventude foi destruída. Perdi a minha mão aos 20 anos de idade. Só eu sei como é que isso aconteceu", afirmou em tribunal.

Julija Adlesic Eslovénia crime mão seguro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)