Maioria dos membros da Santa Sé é gay

Autor francês fez 1500 entrevistas na Cúria e afirma que 80% dos sacerdotes do Vaticano são homossexuais e muitos deles pagam por sexo.
Por Francisco J. Gonçalves|14.02.19
A esmagadora maioria dos sacerdotes do Vaticano são homossexuais não assumidos. Parte deles tem relações estáveis e outros recorrem a prostitutos.

A chocante revelação surge num livro de quase 600 páginas que será publicado na próxima semana, coincidindo com o início da cimeira papal sobre abusos sexuais na Igreja.

Com o título: ‘In the Closet of the Vatican’ (algo como, ‘No Armário do Vaticano’), o livro foi escrito por Frederic Martel.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!