“Tolerância zero” para abusos na Igreja

Bispos querem que as denúncias sejam encaminhadas.
Por Francisca Genésio|13.02.19
  • partilhe
  • 0
  • +
Os bispos querem uma política de "tolerância zero" para situações de abusos sexuais na Igreja, depois de terem sido denunciados vários casos em todo o Mundo.

Em Portugal, foram expostos cerca de uma dezena desde 2001.

Mais de 800 freiras acusam padres e bispos de abusos
"Como o Papa diz, temos de ter tolerância zero neste drama. Se houver denúncias têm de ser encaminhadas para quem de direito, nas próprias dioceses. Os bispos, incluindo D. Manuel Clemente, como presidente da Conferência Episcopal, continuam sempre com disponibilidade ativa para escutar as presumíveis vítimas de abusos sexuais por parte dos clérigos", apelou o padre Manuel Barbosa, porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!