Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Médico dá a dezenas de mulheres grávidas as mesmas imagens de ultrassom 3D

Eduardo Oliva admite erro e culpa "problema técnico".
24 de Abril de 2019 às 17:21
Médicos
Imagens de ultrassom 3D partilhadas por grávidas enganadas
Imagens de ultrassom 3D partilhadas por grávidas enganadas
Médicos
Imagens de ultrassom 3D partilhadas por grávidas enganadas
Imagens de ultrassom 3D partilhadas por grávidas enganadas
Médicos
Imagens de ultrassom 3D partilhadas por grávidas enganadas
Imagens de ultrassom 3D partilhadas por grávidas enganadas

Um médico admitiu ter dado a dezenas de mulheres grávidas os mesmos exames de ultrassom 3D.

Belen Aguilera foi a primeira grávida a identificar a situação bizarra quando viu um exame ultrassom de uma outra mulher publicada no Facebook que parecia ser exatamente igual à sua. 

A mulher de nacionalidade chilena ficou intrigada e comparou com o ultrassom da sua filha.

"O doutor Eduardo Oliva estava a atender-me em Constitución, na região central chilena de Maule", afirma a mulher. "Os ultrassons eram os mesmos, os mesmos detalhes, tudo, o outro bebé foi datado há seis anos e a minha filha tem um ano e dez meses de idade", acrescenta Belen. 

Aguilera contactou alguns familiares para falar sobre a situação e estes descobriram que outra mãe recebeu o que parecia ser o mesmo exame há sete anos.

A mulher decidiu publicar a descoberta no seu Facebook indignada com a atitude do médico. A publicação foi partilhada mais de 23 mil vezes e outros utilizadores publicaram fotografias do mesmo exame. 

O doutor Oliva divulgou um comunicado a confirmar as suspeitas das mulheres, culpando um problema técnico por ter dado às mulheres grávidas o mesmo exame.

"O procedimento feito para cada paciente pertence a exames 2D cujo principal objetivo é fazer uma análise intra-uterina e diagnóstico em caso de uma eventual situação médica. O exame foi feito com base num conjunto de imagens 2D que foi dado a todas as mães", explica o médico.

Eduardo Oliva garante ainda qu todos os procedimentos, apesar do erro, foram feitos corretamente.

Segundo o médico, a fotografia dada a todas as mães era uma "imagem pré-definida na impressora como uma demonstração" e foi "sem intenção" que deu os mesmos exames a dezenas de mães.

Oliva garante ainda que 
"nenhum pagamento adicional foi solicitado para as imagens de ultrassom 3D" e pede desculpa.

médico Facebook Belen Aguilera Maule Eduardo Oliva Constitución questões sociais saúde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)