Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Menino de nove anos suicida-se depois de se assumir gay

Jamel Myles sofreu de bullying na escola depois de contar que tinha “orgulho em si próprio”, em Denver, Estados Unidos.
29 de Agosto de 2018 às 12:13
Bullying
Bullying
Jamel Myles
Jamel Myles
Jamel Myles
Jamel Myles
Bullying
Bullying
Jamel Myles
Jamel Myles
Jamel Myles
Jamel Myles
Bullying
Bullying
Jamel Myles
Jamel Myles
Jamel Myles
Jamel Myles

Jamel Myles, o menino norte-americano de 9 anos, dizia ter "orgulho de si próprio" e decidiu contar à mãe e aos amigos que era homossexual. Quatro dias depois de fazer a revelação aos colegas da escola, o menino foi encontrado morto em casa, no dia 23 de agosto, em Denver, Estados Unidos.

De acordo com o New York Times, a mãe de Jamel confessou que o filho parecia muito "assustado" no momento da revelação apesar de Leia ter dito que o amava independentemente da orientação sexual. O menino ainda revelou à mãe que estava ansioso por voltar à escola primária e contar aos amigos que tinha "orgulho em ser gay".

A reação dos colegas foi muito diferente e o menino acabou por ser vítima de bullying depois de se revelar homossexual. Jamel, de apenas 9 anos, acabou por confessar à irmã mais velha que os colegas lhe disseram para que se matasse.

Na passada quinta-feira, a mãe encontrou o filho morto em casa. As causas da morte ainda não foram reveladas, no entanto as autoridades já confirmaram que a tragédia foi suicídio.

De acordo com o mesmo jornal, a escola tomou medidas para ajudar os colegas a lidar com a morte de Jamel.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)