Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Moeda mais valiosa do mundo em exposição

Pequeno metal de ouro andou pelo mundo durante 70 anos.
18 de Agosto de 2013 às 19:09
A 'double eagle', ao centro e em destaque, foi cunhada em 1933
A 'double eagle', ao centro e em destaque, foi cunhada em 1933 FOTO: Portable Antiquities Scheme

A moeda mais valiosa do mundo devia ter sido destruída, perdeu-se no Egito e quase desapareceu no World Trade Center. Com 34 milímetros de diâmetro e 27 gramas, valia inicialmente 20 dólares mas, em 2002, foi vendida por 5,7 milhões de euros.

A moeda, conhecida como “double eagle”, foi cunhada em 1933, como uma das últimas moedas cunhadas em ouro que nunca estiveram em circulação.

Em abril desse ano, o presidente Franklin Roosevelt decidiu suprimir a cunhagem de moedas de ouro, devido à grande depressão que afetou os Estados Unidos da América.

Apesar da ordem de destruição de todas as moedas “double eagle”, existe a suspeita da que um funcionário da Casa da Moeda manteve 10 em seu poder. Os serviços secretos conseguiram localizar e destruir nove delas em 1937. Mas uma escapou.

Por erro, a moeda acabou por ir para à colecção privada do rei Faruq, no Egito. Depois da queda do rei do país árabe, a moeda desapareceu durante mais de quatro décadas.

Entre muitas trocas e movimentações, a moeda acabou por ficar numa caixa-forte, no edifício 7 do World Trade Center. Nos finais de janeiro de 2001, o Tesouro norte-americano decidiu transportar os conteúdos da caixa-forte para Fort Knox no Kentucky. Menos de 8 meses depois, o edifício 7 caiu, no atentado terrorista de 11 de Setembro de 2001. 

A partir desta semana, a “moeda mais valiosa do mundo” está exposta no New-York Historical Society, emprestada por um coleccionador privado. Esta é a única peça que é vigiada no museu, que está localizado junto ao Central Park, em Nova Iorque e que guarda relíquias da história da cidade.

moeda EUA exposição Frankin Roosevelt World Trade Center milhões
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)