Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Morreu Lou Ottens, o "pai" da cassete. Tinha 94 anos

Engenheiro, que começou por trabalhar para a empresa Philips, foi responsável pelo lançamento cassete de fita e pioneiro dos CD's.
Correio da Manhã 11 de Março de 2021 às 11:09
cassete, 50 anos, música, Phillips
cassete, 50 anos, música, Phillips FOTO: Philip Bosma
Lou Ottens, o inventor da cassete e um dos pioneiros do CD, morreu no passado sábado, aos 94 anos, na sua casa em Duizel, na Holanda.

A informação foi divulgada pela imprensa holandesa.

O engenheiro começou por trabalhar para a empresa Philips, em 1952, tendo-se tornado chefe do departamento de desenvolvimento de produtos. O primeiro gravador portátil chegou a ter mais de um milhão de unidades vendidas. 

Acabaria por inventar a cassete de fita, substituindo assim o antigo sistema de fita de bobine. No novo modelo seria mais pequeno, de forma a caber no bolso de um casaco.

"Mais pequena que um maço de cigarros!"
1963. Nascia assim a primeira fita cassete envolta em plástico. A novidade foi apresentada numa feira e tecnologias com o slogan "mais pequena que um maço de cigarros".

Ottens acabou por assinar um acordo com os japoneses da Sony para a utilização do mecanismo da Philips.

Numa entrevista, citada pelo Dutch News, o criador da cassete admitiu que se arrependia de não ter criado aquele que seria o dispositivo utilizado para as cassetes de fita, o Walkman, que acabou por nascer através das mãos da Sony.

O engenheiro seria ainda respnsável pelo lançamento da tecnologia do disco compacto (conhecido como CD). Ottens viria a estabelecer uma nova parceria entre a Philips e a Sony de forma a tornar o padrão do CD mundial.
Lou Ottens Duizel Brabant Philips Sony economia negócios e finanças invenção tecnologia cassete
Ver comentários