Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Motorista incendeia autocarro cheio de crianças em Itália

“Daqui ninguém sai vivo”, gritou o homem antes de lançar fogo ao veículo.
Ricardo Ramos 21 de Março de 2019 às 08:38
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Motorista sequestra e incendeia autocarro com 51 crianças em Itália
Um autocarro escolar que transportava 51 crianças foi esta quarta-feira incendiado pelo motorista numa autoestrada dos arredores de Milão, num alegado protesto contra as mortes de imigrantes no Mediterrâneo. A rápida atuação da polícia evitou uma tragédia.

"Daqui ninguém sai vivo. Já chega, as mortes no Mediterrâneo têm de acabar", gritou o motorista, identificado como Ousseynou Sy, de origem senegalesa mas naturalizado italiano desde 2004, que desviou o autocarro da rota prevista e tomou o caminho do aeroporto de Linate, ao mesmo tempo que regava os assentos com gasolina e ameaçava atear fogo ao veículo, deixando os menores em pânico.

Um dos alunos conseguiu alertar a polícia pelo telemóvel, tendo os agentes bloqueado a autoestrada.

Ao deparar com o bloqueio, o motorista embateu deliberadamente contra vários automóveis até imobilizar o veículo, momento em que cumpriu a ameaça e pegou fogo ao autocarro.

A pronta reação dos polícias, que partiram as janelas de trás do veículo para permitir a saída das crianças ao mesmo tempo que outros agentes imobilizavam o motorista, evitou uma tragédia de consequências graves.

Doze crianças foram assistidas devido a pequenas contusões e inalação de fumo, mas não inspiram cuidados. O agressor, de 47 anos, foi detido e poderá ser acusado de terrorismo.
Milão Sy Ousseynou Mediterrâneo Linate questões sociais crianças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)