Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Mulher enterrada na Idade Média deu à luz no túmulo

Bebé foi expelido do útero depois da mãe ter sido enterrada.
28 de Março de 2018 às 16:17
Ossas de mãe e bebé encontradas em Itália
Ossas de mãe e bebé encontradas em Itália
Ossas de mãe e bebé encontradas em Itália
Ossas de mãe e bebé encontradas em Itália
Ossas de mãe e bebé encontradas em Itália
Ossas de mãe e bebé encontradas em Itália
Ossas de mãe e bebé encontradas em Itália
Ossas de mãe e bebé encontradas em Itália
Ossas de mãe e bebé encontradas em Itália

Um grupo de arqueólogos que trabalhava em túmulos em Ímola, Itália, descobriu os restos mortais de um adulto juntamente com os de um bebé entre as suas pernas.

De acordo a revista médica World Neurosurgery, uma análise mais detalhada mostrou que o adulto se tratava de uma mulher e que o esqueleto mais pequeno era de um bebé que foi expelido do útero depois da mãe ter sido enterrada.

O que ainda não foi averiguado é a forma como a mulher, que tinha entre 25 e 35 anos, morreu, mas as marcas no crânio sugerem que tenha passado por algum tipo de cirurgia.

Os investigadores suspeitam que a mulher, que estava grávida de 38 semanas, tenha sofrido uma pré-eclampsia ou alguma doença relacionada com hipertensão e que os médicos tentaram tratar esse problema com uma técnica chamada trepanação, muito utilizada na Idade Média e que consiste em fazer vários orifícios no crânio.

"O achado é um dos poucos casos documentados de trepanação no início da Idade Média na Europa e o único com uma grávida associada ao fenómeno de extrusão fetal pós-morte", lê-se no artigo publicado na revista.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)