Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Na Nova Zelândia testa-se trabalhar quatro dias por semana

Perpetual Guardian arriscou e os resultados já se fazem sentir.
19 de Julho de 2018 às 11:03
Trabalho
Trabalho
Trabalho
Trabalho
Trabalho
Trabalho
Trabalho
Trabalho
Trabalho

Os números não enganam: desde que uma empresa na Nova Zelândia experimentou um novo modelo laboral, com quatro dias de trabalho por semana, o stress generalizado dos funcionários desceu 7%, enquanto o estímulo, empenho e sensação de empoderamento no local de trabalho melhorou significativamente. No total, o nível de satisfação subiu 5% e a produtividade 20%.

Os resultados são de um teste da empresa Perpetual Guardian, que decidiu implementar este modelo entre os meses de Março e Abril deste ano aos seus 240 trabalhadores, com um horário de trabalho de 4 dias por semana com 8h, mas com um salário equivalente a um período de cinco dias, diz a Sábado.


Perpetual Guardian Nova Zelândia economia negócios e finanças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)