Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Suspeito de ataque em Utrecht tem cadastro e ia responder por violação

Gökman Tanis nasceu na Turquia mas vive desde criança na Holanda. Terá combatido na Chechénia.
18 de Março de 2019 às 14:46
Suspeito do tiroteio na Holanda
Suspeito do tiroteio na Holanda FOTO: Twitter
A polícia holandesa divulgou uma imagem do suspeito do ataque que aconteceu durante a manhã desta segunda-feira, na cidade de Utrecht, na Holanda, através de uma publicação no Twitter.

O suspeito dá pelo nome de Gökman Tanis, um homem de 37 anos, nascido na Turquia e suspeito no envolvimento nos tiroteios. Terá emigrado com a família para a Holanda quando ainda era criança e terá nacionalidade holandesa há muitos anos.

Segundo avança a imprensa local, o homem já teria sido detido anteriormente por suspeita de pertencer a grupos terroristas. Terá combatido na Chechénia, república da federação russa onde existem vários grupos insurgentes, responsáveis por vários ataques terroristas nos últimos anos.

Os jornais holandeses divulgam que o turco é suspeito numa investigação em curso sobre um caso de violação e deveria responder em breve em tribunal por este crime. Tem cadastro por outros delitos.

O jornal holandês De Telegraph conta queTanis tem "uma longa história de delitos". O periódico detalha que já respondeu perante a Justiça por ter cuspido num polícia, por tentativa de homicídio e por tentar furtar um camião.

Uma unidade anti-terrorista está ainda a investigar um Renault Clio de cor vermelha, encontrado abandonado num bairro residencial de Utrecht, junto ao qual o suspeito foi detido. O carro terá sido roubado pelo supeito.

O homem foi detido na tarde desta segunda-feira.
Gökmen Tanis Twitter Turquia
Ver comentários