Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Padre é morto por não alugar salão paroquial

Um padre do estado brasileiro de Goiás foi assassinado a sangue frio por um rapaz por se ter recusado a alugar o salão da paróquia para o assassino dar uma festa. Rubens de Almeida Gonçalves, de 35 anos, que era pároco da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Campos Belos, levou um tiro na cabeça, disparado a curta distância.
22 de Maio de 2010 às 21:48

O assassino, um rapaz identificado apenas como Fagner, conseguiu fugir depois de atirar no sacerdote. O padre foi levado em estado grave para o Hospital de Base de Brasília, cidade que fica a centenas de km mas onde há equipamentos para atender um caso como este, mas morreu no caminho.

 

Não foram divulgados detalhes do crime, que chocou a pequena cidade, localizada a 600 km de Goiânia, a capital de Goiás. Só se sabe que o rapaz ficou irritado com a recusa do clérigo em alugar o salão paroquial, empunhou a arma e atirou.

Ver comentários