Papa critica "o deus dinheiro" por criar "sociedades desumanas e injustas"

Francisco afirmou que não se consegue atingir a "felicidade plena", porque não se conta com os demais.
16.03.19
O papa Francisco criticou este sábado "o deus dinheiro", que cria "sociedades desumanas e injustas", e instou as empresas a não se concentrarem apenas no lucro, recomendando que se empenhem na solidariedade, para favorecer o bem comum.

"Só se percebermos que a nossa verdadeira riqueza é o relacionamento e não apenas os bens materiais é que encontraremos modos alternativos de viver numa sociedade que não é governada pelo deus dinheiro, um ídolo que engana e depois a deixa mais desumana e injusta", disse Jorge Bergoglio, numa audiência com membros da Confederação de Cooperativas Italianas.

Criticando o "individualismo e o egoísmo característicos do liberalismo", o papa afirmou que não se consegue atingir a "felicidade plena", porque não se conta com os demais.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!