Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Partido de extrema-direita espanhol propõe abater cães que não são adotados

Animais sem raça reconhecida, velhos, doentes e potencialmente perigososos abrangidos na proposta do Vox.
17 de Dezembro de 2019 às 13:17
Cão
Cão FOTO: Direitos Reservados

Abater cães que não são adotados. Esta é a nova medida do Vox, o partido de extrema-direita espanhol, que está a ser polémica. 

O grupo parlamentar de Saragoça, do partido VOX, lançou a proposta de que os animais considerados "inaptos" no abrigo municipal para cães vadios de forma a que os cães que não são adotados sejam "sacrificados". 

Esta medida abrange "animais sem raça reconhecida, velhos, doentes e potencialmente perigososos", pois, nestes casos, "impede qualquer família ou pessoa que procura um animal de companhia" de a adotar.

A controversa proposta já provocou protestos, segundo avança o jornal "El Español", mas o partido insiste em acabar com a política de sacrifício zero. Segundo o porta-voz municipal do partido, Julio Calvo, veterinário do profissão, esta "prática seria muito mais aconselhável do ponto de vista humanitário do que manter os animais nas péssimas condições em que estão a ser mantidos durante anos".

O grupo parlamentar justifica que, além de economizar custos para os cofres municipais, esta seria uma prática "indolor".No entanto, as reações não parecem serenar mediante esta 'garantia'.




Vox política governos regionais ambiente
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)