Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Polícia de Hong Kong fez mais de seis mil detenções em meio ano de protestos

Foram disparadas cerca de 16 mil granadas de gás lacrimogéneo.
Lusa 9 de Dezembro de 2019 às 11:17
Confrontos em Hong Kong
Confrontos em Hong Kong
Confrontos em Hong Kong
Manifestações Hong Kong
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong
Confrontos em Hong Kong
Confrontos em Hong Kong
Manifestações Hong Kong
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong
Confrontos em Hong Kong
Confrontos em Hong Kong
Manifestações Hong Kong
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
Confrontos em Hong Kong obrigam a reforço policial, parlamento suspenso e escolas fechadas
A polícia de Hong Kong disse esta segunda-feira que fez 6.022 detenções e disparou cerca de 16 mil granadas de gás lacrimogéneo durante os protestos que se prolongam há seis meses nesta região administrativa especial chinesa.

De acordo com as autoridades locais, o número total de detidos incluiu as 11 pessoas que foram intercetadas pela polícia durante o passado fim de semana e que se encontravam na posse de armas, incluindo pistolas.

A polícia suspeita que as armas se destinavam a ser usadas durante as manifestações de domingo que reuniram milhares de pessoas de forma pacífica na ilha de Hong Kong.

Hong Kong distúrbios guerras e conflitos manifestação crime lei e justiça polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)