Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Princesa casa-se com plebeu e abandona título real no Japão

O novo marido Kei Moriya, é trabalhador da transportadora Nippon Yusen.
29 de Outubro de 2018 às 18:05
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado
Princesa do Japão, Ayako de Takamado

A princesa do Japão, Ayako de Takamado, de 28 anos, abandonou o título real e casou-se com um plebeu de 32 anos esta segunda-feira. O noivo, Kei Moriya, é trabalhador da transportadora Nippon Yusen.

O casamento aconteceu no Santuário Meiji de Tóquio e fez de Ayako a última mulher a deixar a família imperial do Japão.

"Estou muito feliz por me casar e ter aqui tantas pessoas a visitar-nos e felicitar-nos", afirmou a princesa numa conferência de imprensa logo após a cerimónia privada de casamento xintó, a religião tradicional do país, avança a agência Reuters.

As pessoas da família real japonesa têm liberdade para se casar com quem desejarem há pelo menos três gerações. A renúncia ao título imperial, no entanto, é uma prática que a lei de sucessão do país impõe apenas para as mulheres.

O imperador Akihito, por exemplo, foi o primeiro príncipe herdeiro a escolher casar-se com uma mulher fora da família real que tinha conhecido num jogo de ténis. Akihito não precisou abandonar o título e a mulher tornou-se a imperatriz Michiko.

Após assinar os papéis do casamento, a princesa chamar-se-á Ayako Moriya e será também uma mulher comum.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)