Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Subida do Vox assusta partidos dominantes nas legislativas espanholas

Tensão na Catalunha reforçou apoio ao partido de extrema-direita, que pode ser o terceiro mais votado.
Francisco J. Gonçalves 8 de Novembro de 2019 às 09:13
Santiago Abascal, líder do Vox
Santiago Abascal, líder do Vox
Santiago Abascal, líder do Vox
Santiago Abascal, líder do Vox
Santiago Abascal, líder do Vox
Santiago Abascal, líder do Vox
Santiago Abascal, líder do Vox
Santiago Abascal, líder do Vox
Santiago Abascal, líder do Vox

A somente três dias das eleições legislativas em Espanha, o primeiro-ministro em funções pediu ontem desculpa por ter afirmado, no dia anterior, que o Ministério Público e os juízes "dependem do governo". Pedro Sánchez atribuiu a frase infeliz ao cansaço, mas os analistas apontam o nervosismo, causado pela queda do PSOE nas sondagens e pela subida acentuada dos radicais de extrema-direita do Vox, que deverão tornar-se o terceiro maior partido espanhol.

"São muitas entrevistas, muitas horas diante das câmaras. Por vezes não se é muito preciso", afirmou Sánchez, garantindo que sempre respeitou a independência dos tribunais. E esclareceu que a promessa de trazer de volta a Espanha o ex-presidente catalão Carles Puigdemont, algo que depende exclusivamente dos tribunais espanhóis e belgas, "foi só uma expressão de debate eleitoral".

A gafe e a correção vieram sublinhar o impacto que a crise na Catalunha teve na campanha. Quando em julho se ponderou a repetição das eleições, por incapacidade de Sánchez se entender com o Podemos para formar governo, o Vox não dava sinais de poder crescer. Mas quando em outubro a violência estalou na Catalunha após a condenação de líderes separatistas, o cenário mudou. O Vox surgiu de súbito nas sondagens como terceiro maior partido, com mais de 40 deputados eleitos, relegando o Cidadãos para quarto e roubando ao PP votos de protesto contra Sánchez e o PSOE.

Vox PSOE Pedro Sánchez Ministério Público Espanha Catalunha política partidos e movimentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)