Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Terrorista enviou manifesto à primeira-ministra antes do massacre

Jacinda Ardern foi uma das 70 pessoas que recebeu a mensagem de Brenton Tarrant.
16 de Março de 2019 às 10:54
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Terrorista Brenton Tarrant em tribunal
Terrorista Brenton Tarrant em tribunal
Carro de Brenton Tarrant tinha verdadeiro arsenal de armas de guerra
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Terrorista Brenton Tarrant em tribunal
Terrorista Brenton Tarrant em tribunal
Carro de Brenton Tarrant tinha verdadeiro arsenal de armas de guerra
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Terrorista Brenton Tarrant em tribunal
Terrorista Brenton Tarrant em tribunal
Carro de Brenton Tarrant tinha verdadeiro arsenal de armas de guerra
A primeira-ministra da Nova Zelândia recebeu o manifesto de Brenton Tarrant por email dez minutos antes de o terrorista ter começado a disparar no interior das duas mesquitas esta sexta-feira, avança o jornal New Zeland Herald.

Foi o próprio atacante quem reencaminhou a mensagem para o gabinete de Jacinda Ardern. Este foi encaminhado para uma conta gerida pelo staff da primeira-ministra e, quem o abriu, avisou a segurança. Depois, foi comunicado à polícia. 

Não havia qualquer menção aos ataques ou a uma data em que este pudesse ser levado a cabo.

Além de Ardern, também meios de comunicação sociais - nacionais e internacionais - vem como políticos estavam na lista de destinatários do manifesto de Tarrant. O documento tem 73 páginas.

Neste, o supremacista branco revela as suas inspirações.

Brenton Tarrant escreveu que fez o ataque seguindo as pisadas do terrorista de extrema direita Anders Breivik que perpetrou um atentado na Noruega, tirando a vida a 77 pessoas a 22 de julho de 2011.
Noruega Nova Zelândia Brenton Tarrant Jacinda Ardern Anders Breivik terrorismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)