Tribunal chinês condena à morte homem que incendiou karaoke e causou 18 mortos

O réu confessou que iniciou o fogo por vingança, após lhe ter sido recusada uma sala privada nas instalações.
Por Lusa|12.09.18
  • partilhe
  • 1
  • +

O responsável pelo homicídio de 18 pessoas, após incendiar um bar de karaoke, em abril passado, na província de Guangdong, no sul da China, foi condenado à morte, noticiou hoje a agência oficial chinesa Xinhua.

Liu Chunlu foi julgado pelo tribunal Popular Intermédio de Qingyuan, localidade onde ocorreu o crime.

O réu confessou que iniciou o fogo por vingança, após lhe ter sido recusada uma sala privada nas instalações. Na mesma noite, uma reunião de negócios no bar terá corrido mal, após este ter sido interrompido por outro cliente.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!