Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Tribunal entrega menina ao pai que a violou

Mãe da criança de cinco anos fez queixa do homem.
1 de Agosto de 2018 às 13:25
Criança
Criança
Criança
Criança
Criança
Criança
Criança
Criança
Criança
Criança
Criança
Criança
Um criança de cinco anos foi entregue pelo tribunal ao pai que, alegadamente, a terá violado. 

A decisão foi tomada no final do mês de julho por um juiz de Fuenlabrada, em Espanha, mesmo depois de a mãe da menina ter apresentado queixa da alegada violação. 

A mulher apresentou como provas, no processo movido contra o pai da menina, declarações de psicólogos e uma gravação onde a menina relata o que aconteceu. 

A menina de cinco anos foi adotada em 2013, na Etiópia, e a mãe começou a notar uma mudança de comportamento em 2015.

De acordo com o jornal espanhol La Vanguardia, a menina não era a única vítima nas mãos do homem. A mulher terá sido vítima de violência psicológica por parte do marido. Em 2017, a mulher pediu o divórcio e, apesar das queixas contra o marido, a menina ficou aos cuidados do mesmo. A mãe só a poderia visitar em períodos definidos pelo tribunal. Foi num desses encontros que a criança se queixou do que se estava a passar. 

Após as queixas de violência psicológica e violação da menina de cinco anos, o tribunal espanhol decidiu manter a criança aos cuidados do pai, argumentando que esta está a ser vítima de alienação parental por parte da mãe. 

A mulher está a considerar pedir ajuda às autoridades etíopes onde a menina foi adotada. 

A criança foi entregue ao pai esta segunda-feira.
Espanha Etiópia juiz de Fuenlabrada La Vanguardia tribunal
Ver comentários