Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Trump diz a líder norte-coreano que "tem de se portar bem"

Vice-Presidente dos EUA avisou, na Coreia do Sul, que "terminou a era da paciência estratégica".
17 de Abril de 2017 às 20:42
Donald Trump
Donald Trump
Kim Jong-Un
Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte
Donald Trump
Donald Trump
Kim Jong-Un
Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte
Donald Trump
Donald Trump
Kim Jong-Un
Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte
O Presidente norte-americano, Donald Trump, advertiu hoje o líder norte-coreano de que "tem de se portar bem", enquanto o vice-Presidente dos EUA avisou, na Coreia do Sul, que "terminou a era da paciência estratégica".

Prosseguindo com a troca de ameaças dos últimos dias, o vice-embaixador norte-coreano junto das Nações Unidas acusou os Estados Unidos de transformarem a península coreana no "ponto mais quente do mundo" e de criar uma "situação perigosa em que uma guerra termonuclear pode rebentar a qualquer momento".

A visita do vice-Presidente norte-americano à tensa Zona Desmilitarizada Coreana, que separa as Coreias do Norte e do Sul, marca o início de uma visita de dez dias de Mike Pence à Ásia, e pretende vincar a posição dos Estados Unidos.

Na deslocação à zona, Mike Pence fitou os soldados norte-coreanos de frente, através de uma fronteira marcada por arame farpado.

Enquanto Pence recebia informações dos militares perto da linha de demarcação, dois soldados norte-coreanos observavam-no, a uma curta distância, enquanto um deles tirava várias fotografias ao político norte-americano.

Pence disse aos jornalistas que o Presidente Donald Trump tem esperança que a China utilize a sua influência para pressionar o Norte a abandonar o programa de armamento, um dia depois de Pyongyang ter falhado uma tentativa de lançar um míssil.

No entanto, o vice-Presidente norte-americano demonstrou impaciência face à resistência do regime liderado por Kim Jong-Un para abandonar as armas nucleares e mísseis balísticos.

Recordando que já passaram 25 anos desde que Washington confrontou, pela primeira vez, a Coreia do Norte sobre as suas tentativas para construir armas nucleares, Pence comentou que se seguiu um período de paciência.

"Mas a era da paciência estratégica acabou", declarou.

"O Presidente Trump deixou claro que a paciência dos Estados Unidos e dos nossos aliados nesta região se esgotou e nós queremos ver mudanças. Queremos ver a Coreia do Norte a abandonar o seu percurso imprudente no que toca às armas nucleares. Além disso, o seu uso contínuo e testes de mísseis balísticos é inaceitável", afirmou.

O próprio Presidente norte-americano reforçou a mesma mensagem, na Casa Branca.

Quando questionado por um jornalista da CNN sobre que mensagem tem para Kim Jong-Un, Trump respondeu: "Tem de se portar bem".
Sul Coreia do Sul Ásia Estados Unidos EUA Zona Desmilitarizada Coreana Casa Branca China Pyongyang
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)