Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Vê cunhada morrer por engano às mãos de jovens a quem pagou para matar a mulher

Vítima estava no local errado à hora errada.
13 de Abril de 2019 às 12:16
Alisha Canales e a irmã, antiga companheira de Kevin
Alisha Canales foi assasinada em casa da irmã. Os dois jovens que cometeram o crime achavam que Alisha era a mulher de Kevin
Polícia
Alisha Canales e a irmã, antiga companheira de Kevin
Alisha Canales foi assasinada em casa da irmã. Os dois jovens que cometeram o crime achavam que Alisha era a mulher de Kevin
Polícia
Alisha Canales e a irmã, antiga companheira de Kevin
Alisha Canales foi assasinada em casa da irmã. Os dois jovens que cometeram o crime achavam que Alisha era a mulher de Kevin
Polícia
Um homem norte-americano foi detido na passada segunda-feira durante uma investigação policial relacionada com a morte da irmã da sua mulher, assassinada em setembro de 2017, num homicídio encomendado a dois jovens que se enganaram no alvo.

Segundo ABC News, Kevin Lewis contratou dois jovens para matar a companheira Amanda Canales. No entanto, quem estava em casa do casal, no condado de Snohomish, em Washington, nos Estados Unidos, era Alisha Canales-McGuire, irmã da ex-mulher do suspeito.

Kevin Lewis, de 31 anos, é acusado de conspiração no caso do homicídio que resultou na morte da cunhada, Alisha, de 24 anos de idade.

Os dois jovens, uma rapariga e um rapaz, foram contratados para cometer o crime e tinham na altura 16 e 18 anos. Ambos foram acusados de homicídio em primeiro grau.

A investigação das autoridades concluiu que um dos jovens, agora com 20 anos, publicou várias imagens nas redes sociais poucas horas depois de cometer o crime. A outra jovem chegou mesmo a confessar aos amigos que tinha sido "contratada para matar uma pessoa no condado de Snohomish".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)