Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

ACAREAÇÃO NO INQUÉRITO AO 'CASO CAMARATE'

As teses de atentado e acidente sobre a tragédia de Camarate vão estar em confronto na próxima terça-feira na VIII Comissão de Inquérito parlamentar criada para o efeito. A decisão foi tomada ontem pelos deputados que aprovaram uma acareação entre os pilotos que elaboraram o relatório, que concluiu pela tese oficial de acidente, datada de 1981, e o representante das famílias das vítimas, Ricardo Sá Fernandes, que defende a tese de atentado.
7 de Fevereiro de 2003 às 00:00
Assim, o conhecido advogado e os pilotos Eduardo Lima Basto, Victor Tavares Rodrigues , João Pedroso Rodrigues vão prestar esclarecimentos na Assembleia, primeiro em separado e depois em conjunto num frente-a-frente desencadeado pelo teor do relatório do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIA). O relatório mereceu, de imediato, outro de sentido oposto, por parte de Ricardo Sá Fernandes, no qual o causídico rebate ponto por ponto o conteúdo do documento do GPIA e apresenta os factos já descritos e publicado no livro “Crime de Camarate”, editado em 2001.

Na comissão de inquérito, a maioria (PSD e CDS-PP) defendeu a acareação, sem uma audição prévia. Mas o PS, pela voz de Artur Penedos e António Braga, insistiu na importância de ouvir as duas partes. Porém, a acareação era inevitável face às disparidades entre as duas versões da tragédia.

Os parlamentares decidiram ainda criar um grupo de trabalho que poderá acompanhar de perto os dois técnicos do Ministério das Finanças que procedem a auditorias ao Fundo Militar do Ultramar.

No âmbito do inquérito parlamentar, foi pedido por Patrício Gouveia que as famílias possam indicar dois especialistas para acompanhar os peritos do Ministério das Finanças. No entanto, o presidente da Comissão, Nuno Melo, considerou que dado o carácter sigiloso dos documentos é preferível verificar junto do Ministério qual é a possibilidade de acesso ao Fundo por parte dos dois peritos. Só depois se poderá votar este pedido das famílias. Os parlamentares também aprovaram a audição do presidente do Aeroclube de Braga, o presidente da Junta Freguesia de Mecelim, além do comandante Georgino.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)