Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Empréstimos podem travar debandada de câmaras

Banco público arrisca perder 14 milhões de depósitos relativos a apenas três municípios.
Diana Ramos 13 de Junho de 2018 às 01:30
Fecho de agências está a suscitar protestos contra o banco do Estado por parte das autarquias afetadas
Caixa Geral de Depósitos
CGD
Fecho de agências está a suscitar protestos contra o banco do Estado por parte das autarquias afetadas
Caixa Geral de Depósitos
CGD
Fecho de agências está a suscitar protestos contra o banco do Estado por parte das autarquias afetadas
Caixa Geral de Depósitos
CGD
A CGD está sob pressão dos municípios, que ameaçam retirar depósitos se o banco avançar com o encerramento de balcões nos respetivos concelhos. Só em três municípios – Viseu, Pombal e Castelo Branco – a Caixa arrisca perder quase 14 milhões de euros. E o número só não aumenta porque muitas autarquias estão ‘amarradas’ por financiamentos bancários, apurou o CM.

O autarca de Pombal deu o pontapé de saída, ao contestar o encerramento do balcão do Louriçal: "Se temos uma relação apenas comercial e o banco do Estado dispõe sem consideração por aquilo que são as pessoas, vamos deixar de trabalhar com a CGD", afirmou Diogo Mateus.

Segundo o relatório e contas do município, no final de 2017 os saldos da Câmara no banco totalizavam 5,8 milhões de euros.

Viseu seguiu o mesmo caminho, por causa de Abraveses. "Independentemente das boas relações institucionais", será posto fim a "todo o relacionamento comercial com o banco, transferindo todas as operações para outras entidades bancárias".

No final de 2017, os depósitos totalizavam 5,6 milhões. Esta terça-feira, Castelo Branco tomou idêntica iniciativa, devido ao fecho do balcão de São Vicente da Beira.

"A solução pode passar por procurar outras alternativas de outros bancos." A câmara tinha, no final de 2017, 2,3 milhões na CGD em depósitos.

Estarreja contesta o fecho da agência de Avanca, ameaçando fechar as contas. Ao CM revelou que "90% do movimento bancário da autarquia é via CGD", escusando-se a dar valores.

PORMENORES
Viana do Castelo
O autarca de Viana do Castelo garantiu a nove freguesias que "tudo irá fazer" para impedir o fecho do balcão de Darque.

Carregado
A União de Freguesias do Carregado e Cadafais, no concelho de Alenquer, enviou uma carta à gestão da CGD a contestar o fecho do balcão na vila.

Odemira
O BE contesta o fecho da agência da CGD em Colos, Odemira (Beja), considerando que será "mais um golpe" para as freguesias do interior do concelho.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)