Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Governo garante que criação de carreira para os dentistas no SNS "não está esquecida"

"Queremos alargar o número de centros de saúde com médicos dentistas", explicou a secretária de Estado da Saúde.
9 de Novembro de 2018 às 16:26
Dentista
Dentista
Dentista
Dentista
Dentista
Dentista
Dentista
Dentista
Dentista
A secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte, garantiu esta sexta-feira que a criação da carreira de dentista no Serviço Nacional de Saúde (SNS) não está "de todo esquecida", mas em análise.

"Há um grande empenho na manutenção da saúde oral da população no contexto do SNS que não está de todo esquecido, mas sim em análise", afirmou hoje a governante, na abertura oficial do 27.º Congresso da Ordem dos Médicos Dentistas, em Matosinhos, distrito do Porto.

Dizendo não ser "alheia" à expectativa destes profissionais de saúde, Raquel Duarte vincou que o Ministério da Saúde, que sofreu remodelações, mantém a "firme convicção" de que é fundamental valorizá-los.

Além dessa questão, a nova secretária de Estado avançou que o projeto de integração da medicina dentária no SNS, alargando o número de centros de saúde com cuidados de saúde oral é "para continuar e aumentar".

A colocação de dentistas nos cuidados de saúde primários iniciou-se com o atual Governo, primeiro através de projetos-piloto que foram sendo progressivamente alargados.

"Queremos alargar o número de centros de saúde com médicos dentistas de forma a podermos ter uma cobertura em todo o país", explicou.

Antes da intervenção da secretária de Estado, o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, insistiu na "necessidade" de se avançar com a criação de uma carreira para os dentistas no SNS, lembrando que o processo já foi aprovado pelo Ministério da Saúde, mas aguarda há quase um ano pelas Finanças.

"É fundamental e necessário, a bem da qualidade, criar-se uma carreira de medicina dentária, dado tratar-se de uma profissão específica", reforçou.

Há muito que a Ordem reclama um "estatuto adequado" para estes profissionais, consagrado através de uma carreira.

O congresso, que começou na quinta-feira e termina no sábado, tem em cima da mesa, além de questões socioprofissionais, temas como a implantologia, endodontia ou periodontologia.

Em simultâneo com o congresso decorre a Expodentária, a maior feira de saúde oral da Península Ibérica que, nesta edição, conta com a presença de 139 expositores, distribuídos por 507 'stands'.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)