Noite negra para o PCP, que perde 10 câmaras, incluindo Almada

Jerónimo de Sousa afirma que o resultado "não reduz a influência do PCP-PEV".
01.10.17
Confrontado com a perda de várias Câmaras Municipais para os socialistas, Jerónimo de Sousa assumiu este domingo que poderão ser "nove ou dez", mas o líder do PCP desdramatiza a situação.

"Este resultado não reduz a influência do PCP-PEV", afirmou o secretário-geral do PCP após já ser conhecido que os comunistas perderam oito Câmaras Municipais para o PS: Alandroal, Alcochete, Barreiro, Beja, Barrancos, Moura, Castro Verde e Constância. Entre estes estão bastiões históricos para o PCP.

Na ponta final da noite eleitoral, surgiu uma surpresa muito amarga para os comunistas. A câmara de Almada, grande bastião comunista desde há décadas, caiu para a atriz Inês de Medeiros, do PS. Pelas 1h15, os dados oficias confirmaram que apenas 213 votos separaram Joaquim Judas, o presidente que procurava a eleição da candidata do PS. Um margem mínima, se tivermos em conta que ambos os candidatos reuniram mais de 20 mil votos cada.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!