Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Joacine explica abstenção no voto sobre a Palestina

A deputada do Livre revela que "não se deveu a um descaso desta grave situação, mas à dificuldade de comunicação" com a direção do partido.
SÁBADO 23 de Novembro de 2019 às 19:13
Joacine Katar Moreira do Livre
Joacine Katar Moreira do Livre
Desde ontem incontactável, segundo Pedro Nunes Rodrigues, membro da direção do Livre, Joacine Katar Moreira reagiu este sábado às críticas do partido sobre a abstenção, no Parlamento, no voto sobre a Palestina. Em comunicado, que partilhou no Twitter, a deputada explica que a abstenção no voto ao texto do PCP "não se deveu a um descaso desta grave situação, mas à dificuldade de comunicação" com a direção, mostrando-se surpreendida com a posição do partido.

"Assumo total responsabilidade pelo voto e devo dizer que, apesar de a abstenção não constituir um voto a favor ou um voto contra, ela não representou aquilo que tem sido desde sempre a minha posição pública sobre esta temática. Votei contra a direção de mim mesma", refere.

Segundo a deputada única do Livre, a abstenção no voto de condenação pela "nova agressão israelita a Gaza", apresentado pelo PCP, "não se deveu a uma falta de consciência ou descaso desta grave situação, mas à dificuldade de comunicação" entre a própria e a atual direção do Livre, da qual é "parte integrante".

"Foram três dias de contacto infrutífero para saber dos posicionamentos da direção relativos ao sentido de voto das propostas que nos chegaram, onde esta constava", afirma.

No comunicado, Joacine Katar Moreira começa "por saudar todas as entidades e todos partidos que apoiam a causa palestiniana" e pedir "desculpa a todas as pessoas palestinianas e todas as outras que se sentiram lesadas e defraudadas" com a abstenção de sexta-feira.

"Assumo total responsabilidade pelo voto e devo dizer que, apesar de a abstenção não constituir um voto a favor ou um voto contra, ela não representou aquilo que tem sido desde sempre a minha posição pública sobre esta temática. Votei contra a direção de mim mesma", afirma.

O Livre manifestou este sábado preocupação com a abstenção da deputada única Joacine Katar Moreira na condenação pela "nova agressão israelita a Gaza", aprovado na sexta-feira no Parlamento, um voto "em contrassenso" com o programa e as posições do partido, de acordo com o comunicado do Grupo de Contacto, a direção do partido.


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)