Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

João Leão admite mais dinheiro para a TAP

Em entrevista, garantiu ainda manter os apoios para empresas e famílias “custe o que custar”, abrindo a porta ao prolongamento das moratórias até setembro.
Correio da Manhã 15 de Fevereiro de 2021 às 01:46
Ministro descarta retificativo
Ministro descarta retificativo FOTO: Pedro Catarino
O ministro das Finanças admitiu que a TAP precisará de mais do que os 500 milhões de euros inscritos no Orçamento do Estado para 2021. Ao ‘Negócios’ e Antena 1, João Leão não adiantou valores mas garantiu que o reforço não implicará um orçamento retificativo.

“A pandemia está a ter um impacto muito mais forte do que era esperado”, justificou. Na entrevista, garantiu ainda manter os apoios para empresas e famílias “custe o que custar”, abrindo a porta ao prolongamento das moratórias até setembro.

TAP João Leão Negócios Antena 1 economia negócios e finanças economia (geral)
Ver comentários