Medina impede intervenção de munícipe em reunião da Câmara e expulsa homem da sala

Cidadão queria falar mas autarca não deixou por este não estar inscrito e por ter interrompido votação.
08.11.18
Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, impediu esta quinta-feira um munícipe de falar numa reunião pública da Câmara Municipal de Lisboa. O homem foi expulso, a pedido do autarca, pela Polícia Municipal e saiu da sala a gritar que iria pôr termo à vida.

Vários dos presentes disseram que o homem já tinha tentado intervir anteriormente e que Medina tinha prometido que poderia falar nesta sessão. No entanto, o Presidente da Câmara explicou que o munícipe interveio durante o momento que não estava aberto ao público e que nem sequer se tinha inscrito para falar no momento reservado aos cidadãos de Lisboa.

Um dos vereadores presentes na reunião diz que o homem já por vários vezes compareceu em reuniões públicas da Câmara para resolver o seu problema e lembra a Medina que o cidadão tem sempre direito a falar. Em resposta, Medina explica que ele não tem o direito de interromper a reunião, "sobretudo do modo intempestivo como fez".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!