Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

CDS-PP defende investigação ao desvio de 500 mil euros de Pedrógão Grande

Meio milhão terá sido desviado para casas não prioritárias.
Lusa 19 de Julho de 2018 às 13:20
Pedrógão Grande
Fogo em Pedrógão Grande
Pedrógão Grande
Fogo em Pedrógão Grande
Pedrógão Grande
Fogo em Pedrógão Grande

A líder do CDS-PP defendeu esta quinta-feira que deve ser "escrupulosamente escrutinado" e investigado o alegado desvio de 500 mil euros de donativos para obras que não eram urgentes na recuperação de casas atingidas pelos incêndios em Pedrógão Grande.

"Qualquer euro que tenha sido desviado para uma função que não tenha sido aquela a que estava destinado, no caso para a reconstrução das habitações que ficaram afetadas pelos fogos, tem de ser escrupulosamente escrutinado e, obviamente, investigado", afirmou Assunção Cristas, à margem do lançamento do cartaz de Nuno Melo às eleições europeias de 2019, em Matosinhos, distrito do Porto.

Segundo a edição desta quinta-feira da revista Visão, meio milhão de euros de donativos destinados à reconstrução de casas de primeira habitação afetadas pelos fogos em Pedrógão Grande terão sido desviados para casas não prioritárias, isto é, de segunda habitação.

Nuno Melo CDS-PP Pedrógão Grande Matosinhos Porto política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)