Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Portagens mais baixas no Interior, A22 e A28

Descontos dirigidos a quem reside e trabalha e ainda aos visitantes nos dias de descanso.
Janete Frazão 25 de Janeiro de 2020 às 10:13
Via do Infante é uma das abrangidas
Ana Abrunhosa, ministra da Coesão Territorial
Via do Infante é uma das abrangidas
Ana Abrunhosa, ministra da Coesão Territorial
Via do Infante é uma das abrangidas
Ana Abrunhosa, ministra da Coesão Territorial
O novo modelo de desconto das portagens está a ser estudado pelo Governo para aplicar nos territórios do Interior do País, mas também na A22 - Via do Infante, no Algarve, e A28, que liga Porto a Caminha.

A novidade foi avançada esta sexta-feira por Ana Abrunhosa, ministra da Coesão Territorial, que revelou ainda que o trabalho para a implementação de descontos nas autoestradas e vias rápidas "está avançado", prevendo-se que seja publicada "em breve" uma portaria.

A responsável, que falava na Assembleia da República, não se compromete com datas para a implementação nem com percentagens de desconto, mas avançou com alguns pressupostos da medida. "Não está em causa abolir as portagens, está em causa reduzir as portagens", começou por dizer a ministra.

"Gostaríamos muito que nos dias de descanso o desconto tivesse algum impacto, que beneficie os utilizadores frequentes, bem como aqueles que visitam o território", adiantou a governante, defendendo que "os impactos de uma pequena redução são sempre significativos".

O objetivo do Governo, segundo Ana Abrunhosa, passa por "dar um sinal político para estes territórios", sinal "que se sinta no bolso das pessoas".

PORMENORES
Medida urgente
A redução de portagens está a ser analisada por um grupo de trabalho que envolve ministérios da Coesão Territorial, das Infraestruturas e das Finanças. Ana Abrunhosa esclareceu que esta medida não depende do OE 2020 e deve ser implementada "o mais rápido possível".

‘Trabalhar no Interior’
A ministra da Coesão Territorial anunciou a criação do programa ‘Trabalhar no Interior’, para atrair mais gente para aquelas zonas do País. "Vamos criar redes de apoio aos trabalhadores para um acesso mais expedito ao mercado de trabalho", disse.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)