Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Ventura indica GNR ‘irregular’ para cabeça de lista pelo Porto

Guarda estava na lista para as Europeias, na 5ª posição.
S.P. 19 de Abril de 2019 às 10:12
Hugo Ernano esteve suspenso depois de ter atingido a tiro um menor que o pai tinha levado para um assalto
Hugo Ernano esteve suspenso depois de ter atingido a tiro um menor que o pai tinha levado para um assalto
Hugo Ernano esteve suspenso depois de ter atingido a tiro um menor que o pai tinha levado para um assalto
André Ventura
Hugo Ernano esteve suspenso depois de ter atingido a tiro um menor que o pai tinha levado para um assalto
Hugo Ernano esteve suspenso depois de ter atingido a tiro um menor que o pai tinha levado para um assalto
Hugo Ernano esteve suspenso depois de ter atingido a tiro um menor que o pai tinha levado para um assalto
André Ventura
Hugo Ernano esteve suspenso depois de ter atingido a tiro um menor que o pai tinha levado para um assalto
Hugo Ernano esteve suspenso depois de ter atingido a tiro um menor que o pai tinha levado para um assalto
Hugo Ernano esteve suspenso depois de ter atingido a tiro um menor que o pai tinha levado para um assalto
André Ventura
O militar da GNR, Hugo Ernano, condenado pela morte acidental de um adolescente de 13 anos em Loures em 2008, "vai ser o cabeça de lista da coligação Basta! pelo distrito do Porto nas eleições Legislativas de 6 de outubro", revelou esta quinta-feira André Ventura, líder do partido Chega.

O guarda estava na lista para as Europeias, na 5ª posição, mas o Tribunal Constitucional detetou "irregularidades" nos "documentos do candidato", conta.

A decisão "terá influenciado" a troca de lugares, embora "o partido já tivesse pensado nesta mudança", sublinha.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)