Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Rouba e ameaça matar com catana

Encapuzado queria dinheiro, mas nada havia na caixa.
Francisco Manuel 17 de Outubro de 2014 às 20:19
Assaltante encapuzado atacou as bombas da Prio, em Aguada de Cima, Águeda
Assaltante encapuzado atacou as bombas da Prio, em Aguada de Cima, Águeda FOTO: Eduardo Martins

Chegou discreto às bombas de gasolina, abriu a porta da loja de conveniência, onde estava apenas a funcionária, e puxou da catana. Ameaçou matar a mulher para que ela lhe desse todo o dinheiro, mas quando percebeu que a gaveta da registadora estava vazia, irritou-se e obrigou a vítima, que já se encontrava em pânico, a dar-lhe todos os maços de cigarros que conseguiu levar nos bolsos. Tal como chegou, voltou a sair, calmamente e a pé, pela EN1/IC2.

O assalto ocorreu pelas 20h30 de anteontem, nas bombas de gasolina da Prio, em Aguada de Cima, Águeda.

O ladrão aproximou-se da gasolineira e meteu na cabeça o carapuço que lhe tapava o rosto. Depois de se certificar de que não havia ninguém por perto, abriu a porta da loja, exibiu a catana que trazia escondida dentro do casaco e ordenou à funcionária que abrisse o caixa e lhe desse o dinheiro. A funcionária obedeceu, mas mostrou que a gaveta estava vazia.

O assaltante estava determinado a roubar o que quer que fosse e mandou a mulher dar-lhe os maços de cigarros. "O tabaco, o tabaco, rápido senão corto-te o pescoço", terá ameaçado. Indefesa, a funcionária entregou-lhe todos os maços de cigarros que o ladrão conseguiu pôr nos bolsos. O homem saiu, depois, tranquilamente, e retirou o gorro assim que chegou perto da estrada, continuando a caminhar pela EN1/ IC2.

Momentos mais tarde, a GNR – que agora está a investigar o assalto – ainda tentou localizar o ladrão nas imediações, mas sem sucesso.

roubo ameaça catana crime GNR EN1/ IC2 Aguada de Cima
Ver comentários