Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Mãe e filha vivem terror em assalto

Três homens amarraram as vítimas e levaram um cofre.
Daniela Lapo e Helena Silva 30 de Abril de 2016 às 12:03
Joaquim Gameiro foi vítima de um outro assalto, há um mês
Joaquim Gameiro foi vítima de um outro assalto, há um mês FOTO: Rui Miguel Pedrosa
Um muro de quase dois metros não impediu os assaltantes de entrar. Os três, que agiram encapuzados, saltaram por cima do portão e invadiram uma moradia, na quinta-feira, cerca das 22h00, no centro de Minde, concelho de Alcanena. No interior, mãe e filha, de 90 e 50 anos, ainda estavam acordadas. Foram ameaçadas e amarradas enquanto o grupo violento conseguiu fugir com um cofre cheio de ouro e dinheiro. Levaram até o automóvel da família, que estava estacionado na garagem da casa, com a chave na ignição.

Na habitação, reside ainda um homem, de 90 anos, que estava já a dormir e não se terá apercebido do assalto, conforme contaram alguns moradores. O CM tentou falar com as vítimas, que se encontravam ainda em choque e escusaram-se a comentar o caso. A GNR foi chamada ao local do crime, mas a investigação está, agora, a cargo da Polícia Judiciária de Leiria.

Esta foi, naquela localidade, a segunda moradia a ser assaltada em pouco mais de um mês. Joaquim Gameiro, de 83 anos, conta que, na semana da Páscoa, quando a sua família foi passar uns dias fora, a sua casa foi "invadida". Os assaltantes rebentaram as grades de uma janela, partiram vidros e conseguiram fugir com um cofre, no interior do qual se encontravam vários artigos em ouro. Levaram ainda um televisor.

"Depois disto, não consigo sentir-me seguro como antes. Foi a primeira vez que fui assaltado e tenho a casa há mais de 30 anos", contou o morador, visivelmente emocionado.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)