Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

António Costa apresenta "sinceros sentimentos" pela morte de bombeiro de Cuba

Carlos Carvalho, de 40 anos, acabou por não resistir aos ferimentos graves no incêndio que ocorreu no concelho de Castro Verde.
Lusa 30 de Julho de 2020 às 20:41
António Costa durante Conselho Europeu
António Costa durante Conselho Europeu FOTO: Getty Images
O chefe do Governo, António Costa, apresentou esta quinta-feira "sinceros sentimentos" a família, amigos e Bombeiros Voluntários de Cuba (Beja) pela morte do bombeiro Carlos Carvalho, ferido gravemente no combate a um incêndio em Castro Verde.

"Foi com profunda consternação que tomei conhecimento da notícia do falecimento do bombeiro Carlos Carvalho. Após vários dias a lutar pela vida, Carlos Carvalho acabou por não resistir. Neste momento de profunda dor, os meus pensamentos estão com a família, os amigos e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cuba", lê-se em nota de pesar do gabinete do primeiro-ministro.

António Costa, em seu nome e do Governo, prestou "sinceros sentimentos".

"Uma palavra de solidariedade também para com os restantes bombeiros que ficaram feridos naquele combate, a quem desejo as sinceras melhoras. Transmito aos bombeiros e a todos quanto estão empenhados no combate aos incêndios uma palavra de solidariedade, incentivo e agradecimento pelo trabalho que realizam por Portugal e por todos nós", declarou ainda o chefe do executivo socialista.

Carlos Carvalho, de 40 anos, sofreu ferimentos graves no incêndio que ocorreu no passado dia 13 no concelho de Castro Verde, distrito de Beja, tendo morrido esta quinta-feira no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, informou o comandante dos Bombeiros Voluntários de Cuba, José Galinha.

Este é o quarto bombeiro a morrer em contexto de combate a incêndios em Portugal no mês de julho.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)