Até tartarugas recebem a bênção de Santo Antão em Caminha

Dezenas de animais de companhia foram benzidos em cerimónia religiosa.
Por Fátima Vilaça|14.01.19
Molly recebeu a bênção de Santo Antão ao colo da dona, Rosa Silva. Não reclamou dos pingos de água benta lançados pelo padre Paulo Emanuel que a hão de proteger por mais um ano.

A Molly é uma cadela e foi apenas uma das muitas dezenas de animais que este domingo subiram à ermida de Santo Antão, em Venade, Caminha, para receber a bênção do santo padroeiro dos animais de companhia. A tradição secular foi recentemente recuperada pelo pároco de Venade e este ano até tartarugas e cavalos foram abençoados na cerimónia realizada na pequena capela voltada para o mar.

"Antigamente era o gado usado na agricultura que recebia esta bênção, mas a economia mudou, os tempos mudaram e agora são os animais de companhia que vêm até esta capela para pedir as bênçãos", começa por explicar o padre Paulo Emanuel. Para o sacerdote, "quem tem fé vê nos animais o dedo de Deus" e, por isso, "faz todo o sentido esta cerimónia".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!