Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Prisão preventiva para homicida de dono de bar em Aljezur

Homem foi detido este domingo.
Rui Pando Gomes 29 de Abril de 2019 às 19:06
Homem morto a tiro de caçadeira em bar da Praia do Amado em Aljezur
Homem morto a tiro de caçadeira em bar da Praia do Amado em Aljezur
Crime ocorreu num bar de praia em Aljezur, propriedade da vítima
Homem morto a tiro de caçadeira em bar da Praia do Amado em Aljezur
Homem morto a tiro de caçadeira em bar da Praia do Amado em Aljezur
Crime ocorreu num bar de praia em Aljezur, propriedade da vítima
Homem morto a tiro de caçadeira em bar da Praia do Amado em Aljezur
Homem morto a tiro de caçadeira em bar da Praia do Amado em Aljezur
Crime ocorreu num bar de praia em Aljezur, propriedade da vítima
O homem que matou o proprietário de um bar de praia em Aljezur ficou esta segunda-feira em prisão preventiva. 

André Lourenço foi ouvido em primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Lagos e no final foi levado pelos inspetores da Polícia Judiciária de Portimão para a cadeia. Vai aguardar julgamento em prisão preventiva pela morte do empresário Jorge Cabrita, de 43 anos, atingido com um tiro de caçadeira no peito no bar que geria na praia do Amado.

André foi considerado de imediato o principal suspeito do crime e foi detido horas depois em casa. Está indiciado pelos crimes de homicídio qualificado e posse de arma proibida.

Na origem do crime violento, ao que o CM apurou, estão desavenças familiares antigas, que se agravaram nos últimos tempos com ameaças e insultos de parte a parte.

Esta segunda-feira foram reveladas imagens de videovigilância alegadamente captadas no passado dia 25 de abril dentro de um outro estabelecimento da família de Jorge Cabrita, na Carrapateira, em que alegadamente o suspeito do crime se envolve em agressões com o irmão da vítima.

Nas imagens surgem depois vários elementos da GNR, armados e com coletes à prova de bala, que conseguem acabar com a discussão com a ajuda de outras pessoas.

Dias depois aconteceu o homicídio na praia do Amado. A Polícia Judiciária continua a investigar as circunstâncias que deram origem ao crime violento.

Um dono do estabelecimento foi morto com um disparo de caçadeira em Aljezur este domingo de manhã, na praia do Amado. O homicida tinha sido detido este domingo e foi esta segunda-feira presente a tribunal, sendo-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

André Lourenço Aljezur Tribunal de Lagos Amado Polícia Judiciária de Portimão crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)