Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Cadeia por guiar sete vezes bêbado

Condutor terá agora de passar 66 fins de semana na prisão.
Paula Gonçalves 21 de Dezembro de 2015 às 09:31
Nenhuma das condenações anteriores teve efeito dissuasor para o condutor alcoolizado
Nenhuma das condenações anteriores teve efeito dissuasor para o condutor alcoolizado FOTO: Miguel Veterano

Um automobilista de Castelo Branco sofreu, desde 2002, seis condenações por conduzir embriagado. À sétima vez que regressou ao tribunal, em julho, acusado do mesmo crime, o juiz aplicou-lhe onze meses de cadeia, que irá cumprir em 66 fins de semana.

Atendendo ao número de condenações do arguido, o Ministério Público defendia a aplicação de cadeia efetiva e recorreu para o Tribunal da Relação de Coimbra, mas os juízes desembargadores mantiveram a decisão.

Só este ano o condutor foi punido três vezes pelo mesmo crime. Na última vez foi detido junto à GNR de São Vicente da Beira, com uma taxa de 2,05 g/l.

Nos últimos anos, foi punido com penas de multa, suspensas, obrigado a frequentar programas e a sujeitar-se a tratamentos médicos à dependência de bebidas alcoólicas. Nenhuma das condenações teve "qualquer efeito dissuasor", concluíram os juízes da Relação de Coimbra, pelo que consideram adequado impor ao arguido "este primeiro contacto com a instituição prisional". Fica ainda proibido de conduzir durante 18 meses.

Castelo Branco Ministério Público Tribunal da Relação de Coimbra GNR São Vicente da Beira
Ver comentários