Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Despiste obrigou a interromper circulação na ponte do Guadiana durante madrugada

Sinstro que envolveu veículo pesado provocou um ferido ligeiro.
Lusa 12 de Outubro de 2019 às 12:56
Cabo de aço de um dos tirantes está partido há mais de três meses
Ponte do Guadiana
 Ponte do Guadiana
Cabo de aço de um dos tirantes está partido há mais de três meses
Ponte do Guadiana
 Ponte do Guadiana
Cabo de aço de um dos tirantes está partido há mais de três meses
Ponte do Guadiana
 Ponte do Guadiana
O trânsito rodoviário na ponte internacional do Guadiana, principal ligação entre Portugal e Espanha a sul, esteve interrompido esta madrugada devido a um despiste de um pesado, que fez um ferido ligeiro, disse fonte da Proteção Civil.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro disse à Lusa que as autoridades receberam as 00h27 um alerta a dar conta um despiste de um pesado, que colidiu com dois automóveis ligeiros, e o trânsito "só foi normalizado às 04h40".

"A colisão entre o veículo pesado fez um ferido leve", afirmou a fonte do CDOS à agência Lusa.

No local, a prestar assistência, esteve um dispositivo com oito veículos e 22 operacionais, entre elementos dos bombeiros de Vila Real de Santo António e Castro Marim, da GNR, da polícia espanhola e dos Bombeiros de Huelva (Espanha), segundo a fonte do CDOS.

A ponte do Guadiana está a ser reabilitada, com a circulação entre o Algarve e a região autónoma espanhola da Andaluzia a ser feita por apenas duas faixas, uma em cada sentido, em vez das habituais duas para cada lado.

A Câmara de Castro Marim pediu, a 04 de outubro, a suspensão de portagens na Via do Infante (A22) enquanto não terminavam as obras da Ponte Internacional sobre o rio Guadiana, que estão em curso "desde junho de 2017" e tiveram conclusão prevista para "novembro de 2018".

A Infraestruturas de Portugal, empresa que gere a rede viária portuguesa, já tinha revisto o calendário da obra em abril e comunicado publicamente que os trabalhos, com conclusão inicialmente prevista para 2018, só iriam ser concluídos no final do ano de 2020, devido a problemas com um empreiteiro e a danos detetados nos tirantes que obrigavam a alargar as obras por mais cerca dois anos.

O município de Castro Marim fez a proposta de suspender portagens na A22 por temer que as condicionantes com a obra tivessem "consequências gravosas" para "o turismo, a atividade económica e a mobilidade neste espaço intercidades", que faz a ligação entre os três municípios da fronteira sul luso-espanhola, ligando Castro Marim e Ayamonte (Espanha).

Embora o trânsito tenha estado interrompido de madrugada, foi possível reabrir a circulação a tempo de evitar transtornos de maior na travessia, num dia em que milhares de visitantes espanhóis se deslocam a Vila Real de Santo António por ocasião do feriado nacional em celebra a hispanidade.

Esta sexta-feira é o principal dia da feira da Praia, em Vila Real de Santo António, e muitos espanhóis aproveitam a coincidência com o feriado nacional no seu país para visitarem a localidade fronteiriça algarvia.

A data coincide também com o mercado mensal de Castro Marim, que se celebra no segundo sábado de cada mês e costuma também ser muito visitado por espanhóis.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)